text.skipToContent text.skipToNavigation
Oferta grátis para encomendas de valor superior a 40,00 €
Devido ao aumento de pedidos durante a semana da Black Friday, as entregas podem sofrer alguns atrasos.
Entrega normal grátis para encomendas de valor superior a €40
#BETHEMOVEMENT I Até 60% de desconto em todo o site
Oferta e entrega normal grátis em compras acima de 40,00 €

CINCO DICAS PARA BRAÇOS MAIS MUSCULADOS

Quem não quer uns braços mais musculados? São considerados o sinal mais importante de força física e temos cinco dicas para ter uns braços mais próximos do limite lendário de 50 cm.

1. OS MÚSCULOS SUPERIORES DO BRAÇO RESPONDEM A UM ESFORÇO INTENSO

Como qualquer músculo, o bíceps e o tríceps são feitos de fibras musculares de tipo I e tipo II e respondem a um esforço intenso (de seis a dez repetições). Isto trabalha as fibras musculares de tipo II que são principalmente responsáveis pelo aumento da massa muscular. As fibras musculares de tipo I mais pequenas desempenham um papel importante na resistência e também necessitam de atenção, mas em menor medida. Exercícios compostos como levantamentos de barra em pé, levantamentos de peso deitado e levantamentos de muito peso, como os levantamentos de barra, estimulam intensivamente os bíceps e os tríceps.

2. AGENDE UM TREINO INDIVIDUAL DE BRAÇOS

Frequentemente, o treino de bíceps é feito ao mesmo tempo que o dos músculos das costas. Os tríceps (o músculo de três lados na parte de trás do braço) são normalmente combinados com o treino dos músculos do peito. Em princípio, não há nada de mal nisso, mas o treino isolado dos braços nestes casos ocorre no final da sessão de treino, quando as suas reservas de energia estão no mínimo. Se quiser dar aos músculos o estímulo máximo, experimente também um treino individual de braços.

3. TRÍCEPS > BÍCEPS

Os tríceps consistem num músculo com três lados (“tri”), tendo os bíceps “apenas” dois (“bi”). Isto significa que os tríceps têm um volume maior em comparação com os bíceps e, portanto, cobrem uma parte maior dos braços. Por isso, se quiser braços grandes, priorize o treino dos tríceps.

4. NÃO SE ESQUEÇA DOS ANTEBRAÇOS

O m. Brachioradialius (o nome pomposo para o músculo do rádio) passa sobre a articulação do cotovelo e do antebraço e é parcialmente responsável pela flexão (curvatura) do braço, bem como por desempenhar um papel importante na força de agarre. Além dos motivos físicos, fortalecer os antebraços irá manter os braços em proporção, esteticamente. Treine os músculos do antebraço com baixa intensidade, com pouco peso e relativamente muitas repetições. Isto deve-se ao facto de poderem rapidamente ficar sobrecarregados se o treino for demasiado pesado ou com demasiada frequência. Bons exercícios são quaisquer uns que usem um agarre com a mão virada para baixo, como os wrist e hammer curls.

4. OS SUPERSETS E DROP SETS ACELERAM O PROCESSO

Se quiser trabalhar intensivamente os bíceps e os tríceps num curto período de tempo, opte pelos supersets. Estes são dois exercícios realizados imediatamente um a seguir ao outro, por exemplo, o barbell curl e o triceps pushdown para os tríceps. Também pode combinar dois exercícios para o mesmo grupo muscular, como um barbell curl e um hammer curl para os bíceps.

Os dropsets também são uma boa forma de trabalhar rapidamente um grupo muscular. Isto envolve realizar vários conjuntos em sucessão rápida. Em cada set entra-se em insuficiência muscular (isso quer dizer quando não se consegue realizar outra repetição), depois de abaixar o peso e voltar a entrar em insuficiência muscular novamente. Repita isto três a quatro vezes. Tenha em atenção que ambas estas técnicas de intensificação são muito stressantes para o grupo muscular e as articulações. Para evitar sobrecarga, não faça mais do que uma vez por semana.